Em vídeo publicado nas redes sociais, PM monta caldeirão em torno de possíveis manifestantes, impedindo a saída deles do cerco. A tática…

Vídeo mostra treinamento violento da PM para protesto de hoje contra tarifa

Vídeo mostra treinamento violento da PM para protesto de hoje contra tarifaEm vídeo publicado nas redes sociais, PM monta caldeirão em torno de possíveis manifestantes, impedindo a saída deles do cerco. A tática…


Vídeo mostra treinamento violento da PM para protesto de hoje contra tarifa

Foto: Alice V/Democratize

Em vídeo publicado nas redes sociais, PM monta caldeirão em torno de possíveis manifestantes, impedindo a saída deles do cerco. A tática utilizada no treinamento para a manifestação de hoje já foi utilizada em outros casos, como nas manifestações contra a Copa do Mundo em 2014.

Um vídeo polêmico filmado por um cinegrafista amador mostra como a Polícia Militar se prepara para o segundo protesto promovido pelo Movimento Passe Livre contra o aumento das passagens em São Paulo.

A tarifa passou para R$3,80 no transporte público, incluindo ônibus, metrô e trens da CPTM, um aumento de 30 centavos.

O primeiro protesto contou com mais de 10 mil pessoas, e acabou se tornando uma praça de guerra quando manifestantes tentaram ocupar as vias da 23 de Maio. Policiais reprimiram brutalmente a manifestação, deixando ao menos um manifestante gravemente ferido com um tiro de bala de borracha no queixo, e mais de 15 pessoas presas.

Veja o vídeo do treinamento:

A tática utilizada pela PM no treinamento é a de cerco contra manifestantes, um verdadeiro caldeirão montado pela polícia. Ativistas e advogados alegam que trata-se de uma verdadeira prisão coletiva, algo desproporcional ao direito de livre manifestação permitido pela constituição. Já a PM alega que trata-se de uma forma de isolar manifestantes violentos do restante da passeata.

Porém, em 2014 durante as manifestações contra a Copa, a PM utilizou da mesma tática e acabou detendo inclusive jornalistas de grandes veículos de comunicação, como do Estadão e Folha de S. Paulo, além de manifestantes pacíficos.

O segundo ato contra o aumento da tarifa em São Paulo ocorrerá hoje às 17 horas, na Praça do Ciclista — esquina da Paulista com a Consolação. É esperado que ao menos 5 mil manifestantes compareçam.

By Democratize on January 12, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: