A desaprovação do governo interino se reflete nas ruas e nos prédios públicos ocupados. Um mês após o afastamento de Dilma Rousseff, o país…

Um mês após Senado aprovar impeachment, governo Temer se mostra insustentável

Um mês após Senado aprovar impeachment, governo Temer se mostra insustentávelA desaprovação do governo interino se reflete nas ruas e nos prédios públicos ocupados. Um mês após o afastamento de Dilma Rousseff, o país…


Um mês após Senado aprovar impeachment, governo Temer se mostra insustentável

Foto: Reinaldo Meneguim/Democratize

A desaprovação do governo interino se reflete nas ruas e nos prédios públicos ocupados. Um mês após o afastamento de Dilma Rousseff, o país segue em crise permanente — mesmo que a mídia e a oposição tenham vendido uma imagem diferente para a sociedade.


Um mês. 30 dias.

O governo interino de Michel Temer já dura exatamente esse tempo em Brasília. Mas parece ser uma eternidade.

Nesse período o presidente interino já teve trabalho.

Primeiro, quis acabar com o Ministério da Cultura. Não durou muito essa decisão. Teve de recuar.

O mesmo aconteceu com o programa Minha Casa, Minha Vida Entidades. Após a pressão dos movimentos por moradia, o governo interino não teve outra escolha: recuou sobre a decisão de cortar a verba para o programa.

Depois vieram os escândalos.

Foto: Reinaldo Meneguim/Democratize

Dois ministros importantes tiveram de sair, menos de um mês após a nomeação: Planejamento e Transparência. Motivo? Um planejou o fim da operação Lava Jato e outro faltou com transparência.

Não por acaso, o ex-ministro do Planejamento, Romero Jucá, é alvo de um pedido de prisão do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot.

Agora, uma nova pesquisa surge, da CNT (Confederação Nacional de Transportes). Para a maioria dos brasileiros (54,5%), a troca no comando do governo não produziu nenhuma mudança significativa no país. Para 14,9% o Brasil piorou com Michel Temer na presidência.

Apenas 11,3% consideram o governo interino positivo, enquanto 28% acham péssima administração neste um mês de PMDB.

E isso começa a se refletir nas ruas.

Manifestações contra o governo interino vão além daquilo divulgado pelos meios de comunicação tradicionais: não é mais apenas a militância.

Muitos que desejavam o afastamento de Dilma também não reconhecem Michel Temer como presidente legítimo.

Em exatamente um mês de governo, um mês sem a presidente afastada Dilma Rousseff no comando, o clima é de insatisfação nas ruas. Será que o presidente interino vai aguentar mais outro mês?

By Democratize on June 12, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: