Depois de muita espera, o filme que retrata a vida do ex-agente da NSA, Edward Snowden, finalmente será lançado neste ano, com direção de…

Snowden e Neruda: dois filmes que você não pode deixar de assistir neste ano

Snowden e Neruda: dois filmes que você não pode deixar de assistir neste anoDepois de muita espera, o filme que retrata a vida do ex-agente da NSA, Edward Snowden, finalmente será lançado neste ano, com direção de…


Snowden e Neruda: dois filmes que você não pode deixar de assistir neste ano

Reprodução/Youtube

Depois de muita espera, o filme que retrata a vida do ex-agente da NSA, Edward Snowden, finalmente será lançado neste ano, com direção de Oliver Stone. Já o filme Neruda, dirigido por Pablo Larraín, retrata a perseguição contra o poeta chileno por seus ideais comunistas.


Em tempos de greves na França, crise política no Brasil e gigantes manifestações no Chile, nada melhor do que refletir sobre a história e seus acontecimentos.

Neste ano, dois filmes que levantam a reflexão sobre o passado e presente devem estrear: Neruda, sobre o poeta comunista chileno Pablo Neruda, e Snowden, sobre o ex-agente da NSA que abalou o mundo com um mar de arquivos secretos da agência de espionagem norte-americana.

Com Gael García Bernal, o poeta Pablo Neruda tem sua vida retratada em seu momento mais delicado: o final dos anos 40, tempos de perseguição política na América Latina contra os comunistas e defensores do regime soviético.

O filme narra a caçada contra Neruda após ele ter entrado oficialmente no Partido Comunista do Chile.

No papel de “caçador”, Gael García Bernal interpreta de forma incrível o personagem que, indicado pelo governo, passa a perseguir o “poeta mais lido do mundo”. Além de manifestações organizadas pelo governo chileno para manipular a opinião pública contra Neruda, o filme ainda retrata as inúmeras tentativas do governo chileno de prender e até mesmo assassinar o poeta comunista.

Cerca de 20 anos depois, o Chile entraria em um período histórico de horrores, com a ditadura militar comandada por Pinochet após o golpe contra o socialista democraticamente eleito Salvador Allende.

A ideia do filme não é “humanizar” a censura e quem censura, mas sim mostrar como a divergência de ideias fez parte do “limite do proibido” na América Latina pós-Segunda Guerra, por conta da influência política norte-americana no continente, financiando golpes de Estado e praticando a perseguição contra nomes renomados — como é o caso de Pablo Neruda.

Já o filme Snowden, do diretor Oliver Stone, retrata uma história real mais rencente, envolvendo o ex-agente da NSA, Edward Snowden.

Com Joseph Gordo-Levitt, a peça conta dos primeiros anos de Snowden no exército, e seu afastamento por conta de uma lesão nas pernas. Após o processo de recuperação, o soldado é encaminhado para uma entrevista e processo seletivo com a NSA, importante agência de espionagem e monitoramento comandada pelo governo norte-americano.

A partir dai, Snowden passa a ser elogiado e conquistar cada vez mais espaço dentro da agência, até o momento em que encontra diversos sinais de espionagem contra cidadãos civis norte-americanos. Conversas de celular, troca de e-mails, tudo não-relacionado com qualquer ameaça terrorista.

O filme narra de forma impagável a fuga de Snowden e seu encontro com o jornalista Glenn Greenwald, em um hotel em Hong Kong.

Por dias, o ex-agente conta para os jornalistas em um quarto de hotel fechado sobre os acontecimentos que o levaram até lá, e as denuncias que carregava para mostrar ao mundo.

Em tempos de questionamentos sobre o que é de fato uma democracia, o filme de Oliver Stone mostra os piores defeitos por trás de um governo aparentemente democrático nos Estados Unidos, servindo de interesses para corporações e multinacionais, que usam da espionagem do Estado para conseguir filtrar os interesses do seu público alvo, além de casos de espionagem contra líderes de outros países — como foi o caso da presidente afastada Dilma Rousseff, alvo de grampos pela NSA.

By Democratize on May 30, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: