Foto: Felipe Malavasi/Democratize

Protesto pró-Trump em São Paulo teve de tudo – menos sentido

Uma manifestação em defesa do candidato republicano Donald Trump ocorreu neste sábado em São Paulo, na Avenida Paulista. O ato teve de tudo – menos algo que realmente fizesse sentido. Cartazes em inglês, discursos em inglês, e até mesmo a Polícia Militar agredindo e prendendo manifestantes contrários ao protesto pró-Trump. O repertório de uma tarde maluca em São Paulo.

O cenário político norte-americano continua sendo assunto ao redor do mundo – e no Brasil não seria diferente.

Porém, chega a ser curioso o apoio de alguns brasileiros ao candidato republicano Donald Trump, conhecido mundialmente por seu discurso anti-imigração, com perólas que chegam a citar a construção de um muro separando o México dos Estados Unidos.

Em um país latino-americano como o Brasil, uma manifestação pró-Trump chamaria a atenção da mídia. E isso ocorreu em São Paulo, neste sábado (29).

Pouco mais de 10 pessoas, segurando cartazes como “Gays for Trump”, se manifestaram na Avenida Paulista defendendo o candidato republicano. Sobrou tempo até para um discurso em inglês dos organizadores. Bandeiras do Brasil dividiam espaço com a dos Estados Unidos – e curiosamente até mesmo a de Israel.

Foto: Felipe Malavasi/Democratize
Foto: Felipe Malavasi/Democratize

Foi possível ver ainda membros do Movimento Brasil Livre de São Paulo na manifestação – incluindo um dos jovens organizadores, que discursou em inglês.

Mas a situação se tornou ainda mais inacreditável quando manifestantes anti-fascistas se posicionaram do outro lado da Avenida Paulista, com faixas criticando o extremismo de direita dos ativistas pró-Trump.

Em determinado momento, a Polícia Militar acabou interferindo para “evitar conflitos” entre ambos os lados. Porém, a sua ação acabou gerando justamente um confronto. Mas contra os anti-fascistas, no caso, que foram presos e reprimidos com golpes de cassetete.

Foto: Felipe Malavasi/Democratize
Foto: Felipe Malavasi/Democratize

É o segundo protesto pró-Trump em São Paulo no mês de outubro. O candidato republicano é defendido por figuras da extrema-direita brasileira, como Olavo de Carvalho e o colunista da Revista Veja, Reinaldo Azevedo, além de grupos políticos como o próprio Movimento Brasil Livre.

Trump se encontra no momento mais difícil de sua campanha para a presidência dos Estados Unidos. Após a polêmica envolvendo sua declaração em uma rede de TV, induzindo que conseguiria facilmente ir para a cama com qualquer mulher no mundo, sua popularidade despencou nas últimas pesquisas, com a democrata Hillary Clinton abrindo uma grande vantagem.

Porém, não será tão fácil para a ex-primeira dama dos Estados Unidos: estados mais conservadores continuam nas mãos do bilionário republicano.

Mais inacreditável que isso, apenas o protesto deste sábado. Veja as fotos do fotógrafo Felipe Malavasi, para a Agência Democratize.

Protesto Pró-Trump Em São Paulo

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: