O Democratize viajará para Paris no mês de dezembro, com o objetivo de diagnosticar o panorama político e social da França após os ataques…

O Democratize vai pra França: refugiados, extrema-direita e COP 21

O Democratize vai pra França: refugiados, extrema-direita e COP 21O Democratize viajará para Paris no mês de dezembro, com o objetivo de diagnosticar o panorama político e social da França após os ataques…


O Democratize vai pra França: refugiados, extrema-direita e COP 21

Foto: Le Studio1

O Democratize viajará para Paris no mês de dezembro, com o objetivo de diagnosticar o panorama político e social da França após os ataques terroristas do dia 13 de novembro. É a primeira série de reportagens internacionais da agência, visando um outro ponto de vista sobre a sombra do terror e do radicalismo na Europa.

O mês de dezembro será agitado na França: menos de um mês após o ataque terrorista mais violento enfrentado pelo país europeu, ocorrerá um dos eventos mais importantes do ano, a COP 21. E nós não poderíamos ficar de fora dessa.

Para quem não sabe, a COP 21 — Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática, é um tratado internacional resultante da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento. Trata-se de um evento de máxima importância para o destino político, social e ambiental de todos os países do globo. Mesmo com o ataque terrorista de 13 de novembro, os chefes de Estado garantiram sua presença — incluindo o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Acontecerá também simultaneamente, uma mobilização encabeçada por ativistas e ambientalistas contra as ações de governos e corporações contra a natureza e meio ambiente. A Marcha pelo Meio Ambiente deve reunir centenas de milhares de pessoas em Paris — mesmo com o Estado de Emergência deflagrado após os ataques terroristas.

Estaremos lá, para ficar de olho nas manifestações de rua e na COP 21, mas não apenas isso.

Refugiados em Calais, tentando escapar para a Inglaterra | Foto: Philippe Huguen/AFP

Visitaremos Calais, local onde se encontram milhares de refugiados que aguardam com esperança a chance de conseguir escapar da França com destino para o Reino Unido.

No país, trata-se do local com maior fluxo de refugiados. Mais de 37 mil imigrantes tentaram escapar de Calais para o Reino Unido, sem sucesso.

O Democratize quer saber qual a condição de vida desses refugiados nessa quase-cidade, e também a visão deles após os ataques terroristas em Paris: o aumento da xenofobia e do controle de fronteiras, e seu posicionamento sobre o Estado Islâmico e organizações jihadistas.

Além de Calais, ainda em Paris, conheceremos militantes do front da extrema-direita, incluindo do partido Frente Nacional — que deve ganhar ainda mais força após os ataques.

Tudo isso será possível graças ao nosso enviado, Bruno Toledo, que viajará para França pela FGV — Fundação Getúlio Vargas. E também pelo nosso amigo e colega Felipe Paiva, do R.U.A. FotoColetivo, que reside atualmente na capital francesa.

Fique de olho nos updates do Democratize sobre o tema. É a nossa primeira reportagem internacional, em busca de um outro ponto de vista sobre o que acontece de relevante ao redor do mundo.

By Democratize on November 28, 2015.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: