Nas redes sociais, movimentos de rua que organizaram manifestações pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff passam a elogiar e…

Movimentos de rua anti-Dilma já preparam defesa de governo Temer

Movimentos de rua anti-Dilma já preparam defesa de governo TemerNas redes sociais, movimentos de rua que organizaram manifestações pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff passam a elogiar e…


Movimentos de rua anti-Dilma já preparam defesa de governo Temer

O líder do Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri | Foto: Gabriel Soares/Democratize

Nas redes sociais, movimentos de rua que organizaram manifestações pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff passam a elogiar e defender o vice-presidente, Michel Temer (PMDB). Nesta segunda-feira (11), um polêmico áudio foi vazado pela própria equipe do vice, e a atitude foi motivo de elogios nos grupos.

“Oito pontos onde o áudio de Temer mostra como ele é incrivelmente superior a Dilma”, diz manchete de um site chamado Ceticismo Político, compartilhado em massa por adeptos do “Fora Dilma”.

O áudio do vice-presidente foi vazado por sua própria equipe, de forma proposital — assim como a histórica carta que Temer escreveu para Dilma Rousseff, no final do ano passado. O que pra muitos é motivo de chacota e imaturidade política, para os movimentos pró-impeachment parece ser puro elogios.

O Movimento Brasil Livre, de Kim Kataguiri, já começa a articular uma defesa de um possível governo Michel Temer, contra a possibilidade de protestos pedindo seu afastamento por envolvimento em corrupção nas estatais, como deve indicar a continuidade da operação Lava Jato — caso deixem isso acontecer.

Para o movimento de Kataguiri, o áudio vazado “mostra Temer como estadista”, enquanto a conversa entre Dilma e Lula que foi vazada pelo juiz Sérgio Moro a mostra como “criminosa”. Neste ponto ignoram, claro, que o nome do vice-presidente foi envolvido mais de 4 vezes nas investigações da Lava Jato até o momento, sendo citado como “padrinho do PMDB” nas indicações da Petrobras por diferentes delatores.

O MBL foi além: para eles, o áudio vazado de Temer o mostra com “preparo ante às situações diferentes”. Já o de Dilma, mostra “insanidade e desequilíbrio mental”, adotando uma postura completamente machista e provavelmente inspirada na capa da revista IstoÉ.

O movimento, financiado pela ONG estrangeira Students for Liberty, faz de tudo para blindar o vice-presidente.

Recentemente, atacaram a ideia de novas eleições gerais, defendidas por setores da esquerda e por boa parte da população, chamando a proposta de “golpe”. O real motivo disso é sua aliança já pré-estabelecida com o vice-presidente Temer, que irá render cargos e alianças políticas para os candidatos que o MBL deve lançar através de partidos da oposição neste ano eleitoral municipal, além de 2018.

Na página oficial do movimento no Facebook, vários seguidores começam a criticar a postura do grupo. “Acho uma tremenda sacanagem o MBL defender o Temer… Primeiro porque ele é cúmplice de todo e qualquer erro de Dilma. Segundo que este a acompanhou inclusive em crimes envolvendo campanha que serão investigados”, diz um comentário. Uma seguidora aponta: “Eu acho que lutar pra tirar Dilma do poder, discursar contra a corrupção e tudo o que tá errado na política brasileira, e depois querer colocar Temer como Salvador da Pátria e tudo mais é ser um tanto hipócrita, não acha?” — questiona.

Não é a primeira vez que os próprios seguidores do MBL se voltam contra o grupo. Nas últimas semanas, o movimento criou uma campanha de difamação contra a ex-senadora Marina Silva, da Rede, pelo fato dela defender novas eleições presidenciais — e não propriamente o impeachment de Dilma, por conta exatamente da quantidade de acusações contra o vice-presidente. Vários seguidores criticaram o grupo, os acusando de “partidários” e aliados de tucanos.

By Democratize on April 12, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: