Foto: Reprodução/Facebook

Estudantes da USP protestam contra a PEC 241

Contra a PEC 241, estudantes do DCE Livre da USP penduraram uma faixa na Torre do Relógio, símbolo da universidade. Policiais e seguranças abordaram os estudantes e retiraram a faixa logo em seguida. O projeto visa congelar o orçamento da União com Educação e Saúde por pelo menos 20 anos.

Veja a nota do DCE Livre da USP, exclusivo para a Agência Democratize:

Hoje, nós estudantes e do DCE Livre da USP penduramos uma faixa de 25m na “torre do relógio”, símbolo da Universidade de São Paulo, com os dizeres “Fora Temer, Não à PEC 241”.

Há alguns dias nos organizamos para pintar a faixa e estende-la no símbolo da universidade, para chamar atenção ao tema. Deu certo. Enquanto era estendida, dava para ouvir gritos de Fora Temer pela USP. Até que a PPUSP e a PM vieram para retirar a faixa e constranger a ação e os estudantes que estavam ali, com comentários irônicos sobre “mortadela”, “petrolão” e outros típicos do repertório coxinha, e deixando presos para o lado de dentro (com uma algema fechando o portão) os estudantes que haviam subido na torre. Até que conseguimos que saíssem.

Por que?

A USP tem passado por uma grave crise orçamentária e em resposta a ela o reitor Zago tem avançado com um projeto de privatização, cortando bolsas, deixando de contratar professores, criando programas de demissão voluntária. Enquanto isso, se reúne com empresários para passar parte da gestão da universidade para o setor privado, tudo isso sem qualquer consulta aos estudantes e aos trabalhadores. Mas, o que acontece na USP tem um forte vínculo com a conjuntura nacional, por isso, pela defesa da educação pública, os estudantes querem se posicionar e resistir contra os ataques de Temer, Alckmin, Dória e Zago. Hoje, então, foi um dia, dentre muitos que virão, de dizer Fora Temer! E contra a PEC do Fim do Mundo, que quer reduzir os gastos com os nossos direitos.

Desculpem o transtorno, precisamos falar sobre a PEC 241.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: