Foto: Reprodução/Facebook

Doutrinação? Alunos usam grupos no Facebook para homenagear Bolsonaro

Defensores do projeto Escola Sem Partido, apoiadores de Jair Bolsonaro (PSC) iniciaram uma campanha nas redes sociais para incitar jovens estudantes a tirarem fotos dentro da sala de aula, homenageando o deputado. As fotos são compartilhadas em grupos de extrema-direita no Facebook.

Boa parte dos críticos do projeto Escola Sem Partido, que visa neutralizar uma possível doutrinação ideológica nas salas de aula, afirmam que trata-se de uma tentativa de eliminar uma ideologia em específico dos debates em benefício de outra.

É basicamente o que tem sido feito através de páginas nas redes sociais por grupos de apoiadores do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC).

Existem centenas de grupos no Facebook, fechados e abertos, em homenagem ao deputado de extrema-direita. Entre postagens criticando o governo petista, fazendo apologia a tortura, e até mesmo elogiando a ação policial nas manifestações contra o presidente Michel Temer, algumas publicações chamam a atenção.

Através desses grupos, seguidores de Bolsonaro pedem que jovens estudantes tirem fotos dentro da sala de aula, batendo continência com a hashtag ‘Bolsonaro2018’ no fundo, escrito na lousa.

O mesmo é replicado em páginas da rede social, como ‘Bolsonaro Zuero 3.0’ e ‘Bolsomito TV’.

Apesar de ser um dos maiores apoiadores do projeto Escola Sem Partido, tanto Bolsonaro quanto seus seguidores promovem esse tipo de atitude dentro da sala de aula, elogiando e compartilhando as publicações, em uma tentativa de incentivar o apoio de sua figura política entre os mais jovens.

A maioria das fotos é retirada de escolas públicas, geralmente de regiões mais afastadas dos grandes centros, conforme registrou a análise feita pela Agência Democratize sobre as publicações.

Porém, fotos também foram retiradas dentro de escolas privadas, como é o caso da postagem abaixo, feita em um colégio de Santa Catarina.

Em uma das fotos publicadas pela página Bolsonaro Zuero, jovens não aparecem apenas batendo continência para o deputado, como também vestindo uma camiseta em homenagem ao político de extrema-direita. Dos cinco jovens na foto, quatro são meninas.

Nos comentários da publicação, um seguidor afirma: “Se for pra doutrinar, que seja pelo lado direito. Parabéns a galera”.

Seguidores da campanha já criaram uma página oficial para o grupo, chamada “UNED — União Nacional dos Estudantes da Direita”.

A forma como os apoiadores do deputado conduzem os jovens a prestar homenagens ao deputado lembra o roteiro de um filme alemão, exibido em 2008, chamado “A Onda”.

No longa, o professor que ministra as aulas sobre autocracia mostra para seus alunos como seria fácil utilizar da manipulação ideológica em benefício próprio. Porém, a situação sai do controle e se torna algo radicalizado, o que serve de um alerta para a Alemanha, país que foi o centro do nazi-fascismo no século passado.

Nas páginas em apoio ao deputado Jair Bolsonaro, é possível ver várias fotografias similares em homenagem ao político de extrema-direita.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: