Marcel Van Hattem é deputado estadual no Rio Grande do Sul pelo Partido Progressista, além de membro do Movimento Brasil Livre. Em um…

Deputado pró-Escola Sem Partido usa uma escola pública para distribuir panfletos

Deputado pró-Escola Sem Partido usa uma escola pública para distribuir panfletosMarcel Van Hattem é deputado estadual no Rio Grande do Sul pelo Partido Progressista, além de membro do Movimento Brasil Livre. Em um…


Deputado pró-Escola Sem Partido usa uma escola pública para distribuir panfletos

Reprodução/Youtube

Marcel Van Hattem é deputado estadual no Rio Grande do Sul pelo Partido Progressista, além de membro do Movimento Brasil Livre. Em um evento organizado por instituições liberais nos Estados Unidos, o deputado criticou a “doutrinação política nas escolas públicas do Brasil”.


Não é de hoje que os integrantes do Movimento Brasil Livre passam por situações contraditórias.

Mas desta vez, a polêmica atinge em cheio um membro que já é parlamentar — o deputado estadual Marcel Van Hattem, do PP no Rio Grande do Sul.

Após várias declarações a favor do projeto Escola Sem Partido, que visa acabar com a chamada “doutrinação ideológica de esquerda” nas escolas públicas por parte de professores e educadores, o deputado foi flagrado distribuindo panfletos sobre seu mandato em uma escola pública em Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul.

Na realidade, o próprio deputado postou sobre a ação, com um vídeo no Facebook mostrando que ele visitou a escola no recesso parlamentar, conversando com diretoria, professores e alunos.

O fato foi noticiado pelo Estadão, no blog Coluna do Estadão. Ao jornal, ele negou que a distribuição de panfletos tenha sido “uma manifestação política”, e sim uma “prestação de contas do mandato”.

Porém, por diversas vezes, políticos e parlamentares de esquerda foram alvo de críticas por parte de movimentos pró-Escola Sem Partido após visitarem escolas públicas com objetivos políticos — como foi o caso da ocupação das escolas em São Paulo, onde deputados como Carlos Giannazi (PSOL) marcaram presença, prestando solidariedade aos estudantes, e posteriormente sendo alvo de páginas de direita por “doutrinar” os jovens.

A situação de torna ainda mais cômica após pesquisar o histórico do deputado.

Em evento organizado por instituições liberais — que fazem parte da cadeia de financiamento de grupos como o próprio Movimento Brasil Livre — transmitido pelo canal Fox News, o deputado aparece criticando a possível “doutrinação ideológica de esquerda” nas escolas públicas do Brasil.

“Uma grande preocupação de pais e alunos no Brasil é que muitos professores doutrinam socialismo e marxismo ao invés de dar educação”, disse para os palestrantes.

Veja no vídeo:

By Democratize on August 12, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: