Às 7 da noite, cerca de 200 pessoas protestavam na Avenida Paulista nesta quarta-feira (16), após vazamento de conversa entre Lula e a…

Com ‘convocação’ da Globo, milhares protestam na Paulista

Com ‘convocação’ da Globo, milhares protestam na PaulistaÀs 7 da noite, cerca de 200 pessoas protestavam na Avenida Paulista nesta quarta-feira (16), após vazamento de conversa entre Lula e a…


Com ‘convocação’ da Globo, milhares protestam na Paulista

Foto: Alice V/Democratize

Às 7 da noite, cerca de 200 pessoas protestavam na Avenida Paulista nesta quarta-feira (16), após vazamento de conversa entre Lula e a presidenta Dilma Rousseff. Com chamadas ao vivo, a Rede Globo conseguiu inflar a manifestação que fechou a avenida por horas com milhares de pessoas, sem a Polícia Militar para “liberar a via”.

Parece que a Polícia Militar de São Paulo não se importa mais com vias travadas em dias de semana para manifestações sem aviso prévio. Pelo menos se a manifestação for do interesse do governo do estado.

Após o vazamento da ligação entre Lula e a presidenta Dilma Rousseff (PT), pelo juiz Sérgio Moro, manifestantes ocuparam a avenida e as ruas em outras capitais, principalmente em Brasília, contra a nomeação do ex-presidente para o Ministério da Casa Civil.

No começo da noite, cerca de 200 pessoas ocupavam o vão livre do Masp, na Avenida Paulista. O protesto foi convocado sem aviso prévio para a Secretaria de Segurança Pública do estado, algo que geralmente em outros casos renderia citações da Constituição Federal para que os manifestantes não pudessem se manifestar livremente. Foi diferente.

Em pouco tempo, com chamadas ao vivo na Rede Globo e no canal de notícias GloboNews, a manifestação começou a inflar.

Até às 9 da noite, cerca de 2 mil pessoas ocupavam a avenida. Um pouco depois, o número quase alcançou 10 mil. As duas vias da Paulista ficaram fechadas para o fluxo de automóveis, e foi assim até o fim da noite.

Ao contrário das manifestações convocadas pelo Movimento Passe Livre, ou até mesmo dos ‘trancaços’ realizados pelos estudantes secundaristas no final do ano passado, a Polícia Militar não interviu para liberar as vias da avenida mais movimentada da cidade. O secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, que sempre pregou a “ordem” e o “direito de ir e vir de todos”, não se pronunciou sobre um protesto convocado em cima da hora sem aviso prévio.

Foto: Alice V/Democratize

Segundo a própria Rede Globo, o fluxo dos manifestantes vinha de regiões próximas da Avenida Paulista: bairros como Jardins e proximidades da Bela Vista. Ou seja, as milhares de pessoas que se manifestavam na Paulista tinham endereço certo. Ao contrário do que aconteceu nas manifestações de Junho de 2013, conforme foi tentado parecer pela mídia convencional, os protestos de ontem e provavelmente os próximos que virão não possuem características parecidas com aqueles de 2013 contra o aumento das passagens, e sim apenas um fator similar, que é o fato de ser espontâneo. Mas não totalmente.

Existe uma grande diferença entre uma manifestação convocada por jovens pelo Facebook, como em 2013, e outra inflada pelo noticiário dos grandes meios de comunicação.

Outro ponto que deve ser lembrado é a seletividade da SSP e do governo de Geraldo Alckmin (PSDB). Movimentos sociais e estudantis já começam a cobrar o mesmo tipo de tratamento pela Polícia Militar que os movimentos pelo impeachment de Dilma começam a ter em São Paulo.

Foto: Alice V/Democratize

Para esta quinta-feira (17), manifestantes pretendem novamente ocupar a Avenida Paulista contra a nomeação de Lula, que deve ser concretizada na manhã de hoje em Brasília pela presidenta Dilma Rousseff. O maior pico de manifestações deve ser a partir das 10 da manhã de hoje, além do final da tarde. Em Brasília, movimentos pró-governo prometem realizar protestos em favor do ex-presidente Lula, no mesmo local onde o Movimento Brasil Livre convocou seus militantes para exigir o cancelamento da nomeação e a renúncia da presidenta.


O Democratize foi pra Brasília! Estamos acompanhando direto da capital federal os próximos 2 dias, no olho do furacão.

Possui contatos ou gostaria de nos ajudar em Brasília? Nos envie um e-mail!
democratizemidia@gmail.com

By Democratize on March 17, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: