Dona Zilda, mãe de Fernando — vítima da chacina em Osasco no ano passado — marca presença na mesa de debates sobre o luto e a violência…

A violência policial nos olhos de uma mãe que perdeu seu filho

A violência policial nos olhos de uma mãe que perdeu seu filhoDona Zilda, mãe de Fernando — vítima da chacina em Osasco no ano passado — marca presença na mesa de debates sobre o luto e a violência…


A violência policial nos olhos de uma mãe que perdeu seu filho

Foto: Reinaldo Meneguim/Democratize

Dona Zilda, mãe de Fernando — vítima da chacina em Osasco no ano passado — marca presença na mesa de debates sobre o luto e a violência policial, em evento promovido pela Agência Democratize neste domingo, dia 21, em São Paulo. Além de Zilda, a ONG Rio de Paz e as Mães da Sé também participarão da mesa.


Confirme sua presença no evento!

A vida de Dona Zilda não tem sido fácil.

“Sempre falei pra ele: você é preto, pobre e mora na periferia, tem que trabalhar e correr atrás das coisas”, dizia para seu filho, Fernando.

Hoje, mesmo após tanta dedicação de seu filho, Dona Zilda é mais uma das vítimas da violência policial que transborda as regiões periféricas das grandes cidades do Brasil.

Fernando foi assassinado durante a chacina cometida por policiais militares e um guarda civil metropolitano de Barueri, na zona oeste de São Paulo em agosto do ano passado.

De lá pra cá, a vida de Dona Zilda mudou completamente.

Foto: Cae Oliveira/Democratize

Se antes já era complicado, a situação piorou. Mas ela soube lidar com a dor da perda, e hoje carrega nas costas a difícil tarefa de lutar por justiça social no Brasil, para que a sua dor não seja replicada em outras mães brasileiras.

Dona Zilda estará no debate sobre o luto e a violência policial, no dia 21 de agosto, durante evento realizado pela Agência Democratize em São Paulo. Junto com Fernanda Vallim (Rio de Paz) e as Mães da Sé, a truculência e o racismo das instituições de segurança no Brasil serão pontos centrais do debate, que acontecerá às 15h15.

Antes da mesa, exibiremos um especial sobre a chacina, com entrevistas e cenas das manifestações que aconteceram apenas três dias após os assassinatos, no Jardim Munhoz Junior, bairro periférico de Osasco.

Saiba mais sobre outras atrações do evento:

By Democratize on August 18, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: