Conhecido pelos amigos como Jesus Ramos, o publicitário que se colocou em frente ao caminhão da Tropa de Choque no protesto do último…

A simplicidade do homem que se tornou símbolo dos protestos contra Temer

A simplicidade do homem que se tornou símbolo dos protestos contra TemerConhecido pelos amigos como Jesus Ramos, o publicitário que se colocou em frente ao caminhão da Tropa de Choque no protesto do último…


A simplicidade do homem que se tornou símbolo dos protestos contra Temer

Foto: Miguel Schincariol/AFP

Conhecido pelos amigos como Jesus Ramos, o publicitário que se colocou em frente ao caminhão da Tropa de Choque no protesto do último domingo (4) se tornou uma espécie de símbolo da mobilização nas ruas contra o presidente Michel Temer.


O protesto do último domingo (4) foi marcado por diversos fatores.

O que deveria ser o principal assunto foi a quantidade de pessoas que aderiram ao chamado de mais uma manifestação contra o presidente Michel Temer (PMDB): cerca de 100 mil pessoas compareceram e marcharam de forma pacífica até o Largo da Batata.

Mas não foi o assunto principal do dia.

Isso porque após o encerramento da manifestação, a Polícia Militar resolveu agir de forma truculenta e sem qualquer motivo específico.

Várias casos de abuso policial se espalharam pelas redes sociais e pela mídia durante aquele dia. Mas o mais impactante foi a história de Hélio, mais conhecido como Jesus.

Jesus Ramos, após ser liberado pela polícia | Foto: Gustavo Oliveira/Democratize

O publicitário se colocou na frente de um caminhão da Tropa de Choque, atirava jatos de água contra os manifestantes. Antes disso, tentava evitar algum confronto dentro da estação Faria Lima, conduzindo os manifestantes de volta pra casa sem qualquer pretexto para uma ação policial.

Com os braços abertos em frente ao caminhão da polícia, Jesus se tornou um símbolo da mobilização contra o presidente Michel Temer ao redor do país. Assim como Deborah, que ficou cega de um olho na semana passada após ação truculenta da polícia, Jesus se tornou mais uma vítima. Porém, sem a mesma gravidade: foi detido por se colocar em frente ao caminhão, e no meio da truculência, recebeu alguns socos e pontapés dos policiais. Nada grave, diria ele mesmo depois. Dentro do caminhão voltou a receber algumas ameaças. Foi preso. Mas depois liberado.

Perguntamos para os nossos repórteres que acompanharam Jesus durante todo o processo: qual palavra podemos usar para definir esse publicitário que se espalhou pelos noticiários do mundo? “Sonho”, “Resistência”.

Na verdade suas publicações no Facebook mostram bem como é a sua personalidade.

Com tanto destaque e após uma noite inesquecível, o publicitário bem que poderia escrever um textão no Facebook sobre sua experiência.

Ao contrário disso, escreveu: “Estou sem celular. Como vocês podem ver, molhou”.

Logo após ser liberado pela polícia, nossos repórteres Victor Amatucci e Daniel Fuentes trocaram uma ideia com Jesus, o homem símbolo das manifestações contra Michel Temer. Saca só:

By Democratize on September 9, 2016.

Exported from Medium on September 23, 2016.

Posts Relacionados

On Top
error: Para reproduzir o conteúdo do Democratize, entre em contato pelo formulário.
%d blogueiros gostam disto: